A importância da Política de Backup

A importância da Política de Backup

A Política de Backup garante que a equipe de TI esteja preparada para agir caso os dados sejam danificados por qualquer tipo de incidente. Criar a política não é um trabalho fácil, pois exige alinhamento dos profissionais de TI com as outras áreas. Ela deve ser feita na estratégia de diminuição de riscos, pois sua finalidade é garantir copias de seguranças quando necessário.

Confira algumas dicas que podem te ajudar:

Nem todos os dados precisam ser copiados – avalie junto aos setores quais são os documentos, importância e tempo de retenção que cada um deve ter. Além disso, avalie a frequência que surgem novos arquivos e quais os impactos de perdê-los.

Frequência de backup – essa frequência deve ser estabelecida conforme a base de volume de arquivos que são considerados importantes na execução dos trabalhos.

Executar o backup e as restaurações – a equipe de TI, software ou uma empresa terceirizada podem executar o backup dos arquivos. Neste caso, vale pensar na relação custo-benefício e na agilidade para restabelecer os dados.

Localização dos arquivos – os arquivos podem ser salvos na nuvem, em disco ou em um servidor. Aqui você deve levar em consideração que recuperar mídias físicas podem levar mais tempo do que um backup em nuvem.

Compartilhe esse post